A gestação de substituição é um tipo de processo de reprodução assistida, através do qual a mulher conhecida como mãe de aluguer ou mãe substituta levará no seu ventre o filho de outra pessoa ou casamento. Aconselhar-vos-emos do princípio ao fim em cada uma das etapas, incluindo as que se seguem ao nascimento.

PASSO 1

Aconselhamento e requisitos

Os requisitos variam dependendo do país de destino escolhido para realizar o processo de substituição.

PASSO 2

Primeira viagem para o país de destino

Assim que tiver todos os documentos e testes médicos, fará uma primeira viagem ao país de destino para assinar os contratos correspondentes e fornecer o material genético.

Temos tradutores e intérpretes em todos os países, pelo que a língua não será uma barreira.

PASSO 3

FIV e Gravidez

A clínica fará a fertilização in-vitro utilizando o material genético do potencial pai e dos ovos, geralmente de um doador anónimo. Posteriormente, a clínica seleccionará uma mulher grávida preparada para a qual será efectuada a transferência embrionária.

Se a gravidez for alcançada, começaremos a realizar um acompanhamento exaustivo da mesma e informaremos periodicamente o potencial pai ou pais sobre a sua evolução.

PASSO 4

Nascimento e Registo

Assim que o bebé nascer, será registado no registo civil em nome do(s) progenitor(es) pretendido(s).

Após a inscrição, os preparativos necessários serão feitos através do consulado português para que o seu bebé possa viajar consigo para Portugal.

PASSO 5

Vamos para casa!

Estamos de volta a casa, mas ainda há algumas coisas a fazer para que o seu pequeno seja registado correctamente:

Scroll to Top